EXCURSÃO A CAMPOS DO JORDÃO PROPORCIONA ENCONTROS E REENCONTROS

Nem a chuva nem o céu nublado nem a temperatura de oito graus que os aguardavam em Campos do Jordão conseguiram arrefecer o ânimo dos excursionistas que, sob a carinhosa liderança de Harumi Urata, deixaram o ICBJ, de manhãzinha, na sexta-feira, dia 03/08, para apreciarem, de perto, a tradicional festa do Hanami.

A parada para almoço no Restaurante Fazenda, em Pindamonhangaba, foi uma atração à parte. Além da degustação de saborosos pratos regionais, os excursionistas puderam distrair-se com patos, gansos, marrecos, galos, galinhas, bando de pássaros e vários animais de pequeno porte da fazenda. Repuseram, assim, suas energias para prosseguimento da viagem.

Chegados ao Hotel Estoril, na charmosa Vila Capivari, o bairro mais elegante da cidade, todos se acomodaram. Após o jantar, aproveitou-se a noite livre e o tempo firme para fruição das atrações locais. Lojas e mais lojas, boa música tocando por toda a parte, iluminação feérica – e um saborosíssimo  chocolate quente, capaz de fazer inveja ao Ladurée, de Paris – chamaram a atenção de todos.

O sábado amanheceu, ensolarado. Fez-se, então, o esperado passeio de trenzinho por vários pontos turísticos, culminando no Morro do Elefante, parque temático com bela vista panorâmica da cidade, um dos locais mais procurados pelos turistas, também acessado por teleférico. De volta ao hotel para o almoço, fez-se uma breve parada em conhecida loja para compras e degustação de chocolates, queijos, bebidas etc.

Após o almoço, visitou-se o Parque das Cerejeiras Vila Alpina para apreciar-se o visual romântico e atraente das cerejeiras em flor, com seu lilás intenso, irrecusável convite a passeios ao ar livre. No local, vários estandes de artesanato, além de doces e comidas típicas japonesas. Retornou-se, em seguida, ao hotel para o jantar e nova curtição das atrações noturnas de Vila Capivari.

A noite encerrar-se-ia com um animado bingo num grande salão – cortesia do hotel – com cartelas grátis e prêmios para quem acertasse uma quina ou fechasse o jogo. Os vencedores foram muito aplaudidos pelo grupo num prazeroso clima de entrosamento e confraternização. Todos retornaram aos seus apartamentos com a gostosa sensação de quero mais

Domingo. A esplêndida manhã de sol do último dia da excursão foi reservada para assistir-se à Festa da Cerejeira, na Vila Alpina. No local, muita música e danças típicas japonesas – e novos passeios por entre toris e cerejeiras em flor – uma visão fantástica e inesquecível! A manhã encerrou-se com retorno ao hotel para almoço e despedidas.

A excursão a Campos do Jordão, com a presença majoritária de idosos, sinaliza um importante segmento a ser mais bem explorado pelo ICBJ, sobretudo por constituir um traço marcante da cultura japonesa. O bom entrosamento dos idosos com os jovens integrantes do grupo, nos momentos de lazer e de recreação, foram sinais evidentes de uma interação muito positiva.

Como diria Vinicius de Morais – “A vida é a arte do encontro”! Esse encontro ficou muito patente nas inter-relações ao longo da excursão. E como é belo apreciarem-se as trocas entre as gerações, entre a cultura feita e a cultura fazendo-se!… Houve até casos de reencontros. Excursionistas que se redescobriram, de repente, que voltaram no tempo e reviveram momentos de coleguismo e amizade vividos havia mais de cinquenta anos!

Louvem-se, por mérito, o protagonismo entusiasmado e entusiasmante de Harumi Urata, que realiza o evento há dezesseis anos; a urbanidade e simpatia de Jane Ferreira, agente de viagem especializada em terceira idade; a fidalguia e prestabilidade incomuns dos professores Douglas Magalhães Almeida e Mateus Nascimento; a extrema gentileza do motorista do ônibus e dos funcionários do hotel, sempre prontos a bem servir. A todos e ao entrosado e bem-humorado grupo da excursão: Omedetoo gozaimasu!

João Baptista de Oliveira
Diretor Secretário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *