ICBJ REALIZA CONGRESSO DE ARTES MARCIAIS NA URCA

O Instituto Cultural Brasil-Japão, em parceria com o Instituto Guararapes, realizou o Congresso Nipo-Brasileiro Universitário de Karate e Artes Marciais na Escola de Educação Física do Exército, no bairro da Urca, Rio de Janeiro, nos dias 10 e 11 de novembro do ano em curso.

O evento contou com as presenças de importantes autoridades, civis e militares, e desenvolveu-se em dois momentos: 1º dia, Cerimônia de Abertura, seguida de palestras, no Auditório General Nilton de Andrade Cavalcanti; 2º dia, Sessão de Palestras em dois ambientes (Salas 1 e 2) do Ginásio Leite de Castro.

Além de a Escola de Educação Física do Exército situar-se num local histórico e paradisíaco, à beira-mar, o acesso ao local de abertura do evento foi enriquecido com exposições de artes japonesas, tais como uma belíssima ikebana, à entrada do Auditório, e estandes de bushido, shodo, haicais, oshiê e origami na ala principal.

Na Abertura do evento, o Mestre de Cerimônias, após o Acolhimento, procedeu à composição da Mesa de Honra, integrada pelas seguintes Autoridades: Dr. Sohaku Bastos, Presidente da Mesa, Cônsul-Geral do Japão, Yoshitaka Hoshino, General de Divisão Riyuzo Ikeda, General de Brigada André Luiz Ribeiro Campos Allão, Coronel Mauro Santos Teixeira, Coronel Ubiratan Sardinha Guedes, Akio Miyamoto, Dr. Paulo Fernando Marcondes Ferraz e Prof. Pedro Ernesto Mariano de Azevedo.

Feita a Abertura Institucional do Evento e executados os Hinos Nacionais do Japão e do Brasil, os participantes foram brindados com uma primorosa exibição do Grupo de Taiko da Associação Nikkei do Rio de Janeiro, após leitura de nota explicativa sobre a importância histórica do taiko no Japão.

Em sua fala, como anfitrião do evento, o Dr. Sohaku Bastos, Presidente do Instituto Cultural Brasil-Japão, prestou homenagem especial ao Exército Brasileiro; saudou os representantes das entidades governamentais, desportivas, universitárias, sociais e de comércio exterior; enalteceu a integração cultural nipo-brasileira; dimensionou a importância das Artes Marciais do Japão no Ocidente, sobretudo no âmbito das Forças Armadas; e encareceu o ensino das artes tradicionais japonesas e do idioma japonês em nosso país.

Após os pronunciamentos das Autoridades da Mesa de Honra, passou-se às “Homenagens dos 110 Anos da Imigração Japonesa”, destinadas a personalidades que se haviam destacado na implantação das artes marciais japonesas em nosso país. Fez-se a chamada nominal de cada um dos homenageados (ou representantes); leu-se-lhes um breve currículo; e entregou-se-lhes o respectivo Diploma de Honra ao Mérito.

O Presidente da Mesa de Honra, Dr. Sohaku Bastos, e o Cônsul-Geral do Japão, Yoshitaka Hoshino agraciaram os seguintes homenageados: Mitsuyo Maeda (in memoriam), cuja honraria foi recebida pelo Sr. Roberto Tuji, em nome da família; Carlos Gracie (in memoriam), representado por seu filho Robson Carlos Gracie; Sadamu Uriu, cujo diploma foi recebido por representante.

Na sequência, o Presidente da Mesa, Dr. Sohaku Bastos, e o Sr. Akio Miyamoto, representante da Presidência da “Comissão dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil”, homenagearam as Autoridades da Mesa de Honra, em nome da referida Comissão. Também outras autoridades, presentes à Cerimônia, foram igualmente agraciadas, como o Dr. José Augusto Maciel Torres (UniBahia); Dr. Pedro Thompson Landeira de Oliveira (Universidade Estácio de Sá); Prof. Oswaldo Simões (campeão mundial de judô universitário, 1979); Profª Silvana Nagai (Instituto Nagai de Judô); Prof. Robson Gracie (Conselheiro Nacional de Desporto); e Prof. João Athayde (líder do jiu-jitsu brasileiro).

Também a Comissão de Organização Acadêmica, que deu suporte à preparação do programa do evento, foi convidada a receber suas homenagens, sendo seus integrantes chamados à Mesa de Honra. Foram eles: Prof. Marcos Landeira, Prof. Alfredo Apicella, Profª Mariela Affonseca, Prof. Richard Monassa, Prof. Almir Menezes e Prof. Jose Luiz de Araújo Soares Neto.

Findas as homenagens dos “110 Anos da Imigração Japonesa”, encerrou-se a Cerimônia de Abertura do Congresso, sendo todos os presentes convidados para as palestras do primeiro dia, no mesmo Auditório, logo após o almoço, conforme previsto na programação. Estas realizaram-se, com saudável harmonia e integração, tendo os participantes aproveitado o intervalo do almoço para visitarem os estandes de artes japonesas do Instituto Cultural Brasil-Japão e também para tirarem fotos diante da belíssima ikebana que ornamentava a entrada do Auditório.

O público que compareceu, no segundo dia do Congresso, para assistir às palestras e debates, desta feita, no Ginásio Leite de Castro (Salas 1 e 2), pôde locupletar-se de sábias e enriquecedoras explicações, além de fazer novas amizades, sobretudo os envolvidos com artes marciais.

Os palestrantes, muito experientes e bastante identificados com os assuntos que lhes competiam, fizeram o sucesso do encontro, com trocas muito positivas e renovadoras. Novas amizades foram-se criando para gáudio e fortalecimento da aplicação das Artes Marciais Japonesas em diversos segmentos da Educação, da Segurança e outros, de nosso país.

Entre os palestrantes, todos com reconhecido “know how” em suas áreas de atuação, estavam: Prof. Almir Menezes, Prof. Sohaku Bastos, Prof. Marcos Landeira, Prof. Oswaldo Simões, Prof. Alfredo Apicella, Prof. Roberto Tuji, Prof. Leonardo Sato, Prof. Guaraci Tanaka, Prof. José Antonio Viana, Prof. Richard Monassa, Prof. Christian Hingst, Prof. Paulo Bartodo, Prof. Douglas Magalhães, Prof. Fernando Guimarães e Prof. João Alberto Barreto.

O Congresso Nipo-Brasileiro Universitário de Karate e Artes Marciais Japonesas foi, sem dúvida, um dos mais importantes eventos das comemorações dos “110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil”. Louve-se, portanto, a pertinácia do Dr. Sohaku Bastos, Presidente do Instituto Cultural Brasil-Japão, em parceria com o Coronel Ubiratan Sardinha Guedes, Diretor-Geral do Instituto Guararapes. Parabéns, igualmente, à brilhante atuação da Equipe do Instituto Cultural Brasil-Japão (diretores, conselheiros, professores, funcionários, alunos e outros voluntários), sob a lúcida e eficientíssima coordenação do Dr. Keizo Akamatsu, 2º Vice-Presidente da Instituição. Omedetoo gozaimashita!

ICBJ_congresso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *