OFICINAS DO ICBJ TÊM AFLUXO RECORDE NO RIO MATSURI

As fortes chuvas que caíram sobre a cidade na tarde de sexta-feira, 25/01, dia da abertura do Rio Matsuri 2019, no Riocentro, deixaram muitas pessoas temerosas de enfrentarem enchentes na ida para o evento. O acesso à região é normalmente difícil, devido à longa distância, aos horários irregulares dos ônibus e aos constantes engarrafamentos por toda a parte.

O reaparecimento do sol nos dois dias seguintes, sábado e domingo, compensou, no entanto, a demanda represada – e milhares de pessoas adentraram, afoitas e animadas, pelo 4º Pavilhão do Riocentro, sequiosas de conhecerem as novidades do 2º Festival da Cultura Japonesa, amplamente divulgado pela mídia e por cartazes em várias regiões da cidade.

A multidão revelou-se um espetáculo à parte: famílias inteiras, alvoroçadas, pra lá e pra cá; idosos muito serelepes ou apoiando-se em bengalas; várias gestantes, sós ou acompanhadas; mulheres com bebês ao colo ou empurrando-os em seus carrinhos; inúmeros cadeirantes; grupos de jovens ou de atletas, pressurosos; numerosos cosplayers desfilando seus modelos originais, todos serpenteando os estandes, fotografando (ou sendo fotografados) e visitando as diversas atrações do evento.

Os estandes do Instituto Cultural Brasil-Japão, que oferecia oficinas de origami, ikebana, shodo e cerimônia do chá, tiveram uma procura inusitada, jamais vista, principalmente, o de chanoyu. Neste, foi necessário dividir-se o acesso: os que participariam diretamente da cerimônia e os que ficariam acomodados, ao lado, ouvindo as explicações e assistindo a tudo, como espectadores.

Os interessados nas oficinas do ICBJ tiveram esclarecimentos prévios, preencheram fichas cadastrais e receberam material informativo e de divulgação da entidade. Um caso fortuito mereceu registro: um casal de idosos aproximou-se; o marido (Sr. Aldo) disse ter estudado no ICBJ no tempo em que o Presidente era o Embaixador Pontes de Miranda e a embaixada ficava em Laranjeiras. Ambos foram apresentados ao Sr. Keizo Akamatsu, 2º Vice-Presidente, e convidados a visitarem o Instituto.

A participação do ICBJ no 2º Festival da Cultura Japonesa merece os mais efusivos aplausos pelos resultados alcançados! Foi um trabalho, deveras, muito estafante e exaustivo, sobretudo em sua fase preparatória, mas tudo saiu muito bem graças à irrepreensível coordenação do Sr. Keizo Akamatsu e à extrema dedicação das equipes envolvidas. Parabéns a todos, portanto, aos que estiveram na linha de frente e aos que atuaram nos bastidores! Omedetoo gozaimashita!

 

João Baptista de Oliveira
Diretor Secretário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *