Topo
Whatsapp
Published date Publicado em 15 de setembro de 2021
A arte da Caligráfica Japonesa, o Shodō  foi introduzido no século VIII, originário da China.

A arte da Caligráfica Japonesa, o Shodō foi introduzido no século VIII, originário da China. Feita com pincel e tinta especial (sumi), esta arte se desenvolveu integrada à filosofia do zen-budismo. Muito mais do que a técnica e habilidade, no Shodô busca-se a evolução do conhecimento e do espírito, a interação entre o corpo e mente representada através do vigor das pinceladas e movimentos dos traços.

Os samurais praticavam essa arte, pois sendo um exercício de meditação, acreditavam que melhorava o autoconhecimento, com o domínio do pincel.

Os samurais praticavam essa arte, pois sendo um exercício de meditação, acreditavam que melhorava o autoconhecimento, com o domínio do pincel. Esvaziar a mente e deixar fluir o espírito para que cada traço do Shodō, seja perfeito, como se fosse único e certeiro, como a espada do samurai que acerta o golpe.

Existem 6 estilos de shodō e os materiais necessários para a prática dessa arte, são chamados de Bumboshihô – os quatro tesouros para Sho, que são:
. Washi – Papel de arroz
. Sum i- Pedra de carvão
. Suzuri – Tinteiro retangular
. Fude – pincel

E aí??? Prontos para conhecer e praticar essa arte?

Saiba mais sobre nosso Curso de Shodō, Clique aqui.

Siga o ICBJ no Intagram, Clique aqui.